Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Exagero

por Ana sem saltos, em 02.03.18


Quando procuro incessantemente paz, sou tempestade absurda. Às vezes desisto. Entrego-me com sinceridade ao agora, bebo com sede os prazeres que a vida me dá. E sonho, quero, desejo, almejo, a vida que tenho, aquilo que semeio e depois colho.
E ainda assim, vivo em constante tumulto cá dentro, ainda que pareça somente brisa. Porque não gosto, amo. E quando amo, amo à bruta, amo de paixão. Quando não gosto também.
O meu filho mais novo disse-me em tempos, enquanto via bonecos:
Mãe. És um exagero. (Assim: éjumejajero)
Sabedoria certeira nos seus imensos 3 anos de vida.
Exagero. É isso que sou sim.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Piaf a 02.03.2018 às 19:57

E existe outra forma de viver o momento? Carpe diem em exagero! 🙂
Sem imagem de perfil

De António B. a 13.03.2018 às 16:59

furacão emocional 🙂

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D